PRÊMIO CATARINENSE DE LITERATURA
    2021 / Academia Catarinense de Letras 

              Um ensaio vívido com o ritmo e tom da poesia. Uma leitura benjaminiana dos mundos ameríndio e latino / neobarroco. Um estudo detalhado sobre o livro “Roça barroca” (2011), da reconhecida poeta e tradutora brasileira Josely Vianna Baptista.

             Antropologia, filosofia e figuras de linguagem se conjugam em “Roça barroca: mundos torrentes”, de Dennis Radünz, em que o imaginário neobarroco, a partir de autores como Lezama Lima, encontra a cosmogonia e a etnografia dos Mbyá Guarani (de León Cadogan a escritores indígenas do presente), em um ensaio “belo e denso”, segundo a professora e pesquisadora Celia Pedrosa (Universidade Federal Fluminense), que, como ela diz na Apresentação, pode “incitar um pensamento que consiga fazer brotar de mundos danificados a promessa de outros mundos-paraísos por vir”.

    capa Roça Barroca.png

    ROÇA BARROCA:
      mundos torrentes (2021)

    livro_Extraviário-min.jpg

    EXTRAVIÁRIO (2006)

    Sonívia CAPA.jpg

    SONÍVIA (2020)

    livro_Livro_de_Mercúrio-min.jpg

    LIVRO DE MERCÚRIO (2001)

    capa do livro OSSAMA

    OSSAMA: último livro
    (2016 e 2018)

    Cartaz do filme ILHA DO CARVÃO

    ILHA DO CARVÃO (2016)

    livro Cidades marinhas min.jpg

    CIDADES MARINHAS
      solidões moradas (2009)

    livro Exeus segunda edição-min.jpg

    EXEUS, 2a. ed. (1998)

    livro Ideiagem & Imaginura-min.jpg
    livro_Exeus_primeira_edição-min.jpg

    EXEUS (1996)

    IDEIAGEM & IMAGINURA (1996)